Espanha quer organizar Europeu ou Mundial e pode convidar Portugal

A ideia já não é nova e chegou a ser falada num passado recente. Agora volta à ordem do dia. Em estudo está o Europeu de 2028 ou o Mundial de 2030

A notícia está a ser avançada por vários meios de comunicação em Espanha. O país vizinho quer organizar uma grande competição de futebol, um Europeu ou Mundial. E os seus responsáveis equacionam convidar Portugal para uma candidatura conjunta - em estudo está o Europeu de 2028 e o Mundial de 2030.

A notícia é avançada na sequência de uma reunião que se realizou esta segunda-feira entre altos responsáveis do futebol espanhol e o presidente da FIFA, Gianni Infantino, em Moncloa, Espanha.

De acordo com o jornal AS, tudo não passa ainda de uma ideia. Mas o jornal desportivo espanhol garante que existem duas possibilidades: uma candidatura única de Espanha ou então uma conjunta com Marrocos e Portugal (isto no caso de um Mundial). A federação espanhola considera este segundo projeto mais consistente para se impor a outras candidaturas que vão surgir.

Esta ideia de uma candidatura ibérica não é propriamente nova, pois no passado chegou a falar-se dessa possibilidade.

A Espanha só organizou até hoje um Mundial de futebol: foi em 1982. Portugal, recorde-se, foi sede do Europeu de 2004.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

Compreender Marques Mendes

Em Portugal, há recorrentemente espaço televisivo para políticos no activo comentarem notícias generalistas, uma especificidade no mundo desenvolvido. Trata-se de uma original mistura entre comentário político e espaço noticioso. Foquemos o caso mais saliente dos dias que correm para tentar perceber a razão dessa peculiaridade nacional. A conclusão é que ela não decorre da ignorância das audiências, da falta de especialistas sobre os temas comentados, ou da inexistência de jornalistas capazes. A principal razão é que este tipo de comentário serve acima de tudo uma forma de fazer política.