Empresário de Pogba ataca Scholes

Médio francês é o capitão do Manchester United, mas foi alvo de críticas por parte do antigo jogador do clube e atual comentador televisivo

O antigo jogador do Manchester United e atual comentador televisivo Paul Scholes tem sido bastante crítico para com as exibições de Paul Pogba, que tem capitaneado os red devils esta temporada. "Faltam líderes na equipa. Pensávamos que o Pogba ia ser o candidato ideal para ser esse líder, mas não esteve cá. Fez um jogo muito mau. É muito inconsistente", afirmou, na ressaca da derrota da equipa de José Mourinho frente ao Brighton (2-3).

No entanto, o empresário do médio francês, Mino Raiola, respondeu através do Twitter e foi muito duro para com o antigo internaconal inglês. "Algumas pessoas precisam de falar para não serem esquecidas. O Paul Scholes não reconheceria um líder nem que estivesse à frente de Sir Winston Churchill", atirou, num primeiro tweet. "Paul Scholes devia tornar-se diretor desportivo e aconselhar Woodward [vice-presidente] a vender Pogba. Seriam noites sem dormir a tentar encontrar um novo clube para Pogba", rematou.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A Europa, da gasolina lusa ao palhaço ucraniano

Estamos assim, perdidos algures entre as urnas eleitorais e o comando da televisão. As urnas estão mortas e o nosso comando não é nenhum. Mas, ao menos, em advogado de Maserati que conduz sindicalistas podíamos não ver matéria de gente rija como cornos. Matéria perigosa, sim. Em Portugal como mais a leste. Segue o relato longínquo para vermos perto.Ontem, defrontaram-se os dois candidatos a presidir a Ucrânia. Não é assunto irrelevante apesar de vivermos no outro extremo da Europa. Afinal, num canto ainda mais a leste daquele país há uma guerra civil meio instigada pelos russos - e hoje sabemos, como não sabíamos ainda há pouco, que as guerras de anteontem podem voltar.