Éder Militão é a novidade dos convocados do FC Porto

Campeão nacional defronta este domingo o Belenenses no Estádio Nacional e chegou a Lisboa com uma grande surpresa na comitiva

Éder Militão, defesa contratado ao São Paulo, é a novidade da lista de 21 convocados elaborada por Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, tendo em vista o encontro deste domingo com o Belenenses relativo à segunda jornada da I Liga.

Para o encontro que se realiza no Estádio Nacional (18.30), Marega, que continua a treinar à parte do grupo, não foi chamado. E pelo que disse Sérgio Conceição não se sabe muito bem qual vai ser o futuro do maliano.

convocou 21 jogadores, entre os quais se destaca Éder Militão. O defesa que os dragões contrataram ao São Paulo já se tinha ambientado ao grupo antes da receção ao Chaves, não sendo opção para o encontro, havendo agora expectativa de que poderá estar no banco de suplentes.

Eis os convocados

Guarda-redes: Casillas, Vaná, Fabiano;

Defesas: Maxi Pereira, Éder Militão, Felipe, Diogo Leite, Chidozie, Alex Telles;

Médios: Sérgio Oliveira, Herrera, Bruno Costa, Óliver e Otávio;

Extremos e avançados: Corona, Hernâni, Brahimi, Adrián López, Aboubakar, André Pereira, Marius.

Ler mais

Exclusivos

Premium

nuno camarneiro

Uma aldeia no centro da cidade

Os vizinhos conhecem-se pelos nomes, cultivam hortas e jardins comunitários, trocam móveis a que já não dão uso, organizam almoços, jogos de futebol e até magustos, como aconteceu no sábado passado. Não estou a descrever uma aldeia do Minho ou da Beira Baixa, tampouco uma comunidade hippie perdida na serra da Lousã, tudo isto acontece em plena Lisboa, numa rua com escadinhas que pertence ao Bairro dos Anjos.

Premium

Rui Pedro Tendinha

O João. Outra vez, o João Salaviza...

Foi neste fim de semana. Um fim de semana em que o cinema português foi notícia e ninguém reparou. Entre ex-presidentes de futebol a serem presos e desmentidos de fake news, parece que a vitória de Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos, de Renée Nader Messora e João Salaviza, no Festival do Rio, e o anúncio da nomeação de Diamantino, de Daniel Schmidt e Gabriel Abrantes, nos European Film Awards, não deixou o espaço mediático curioso.