Dragão lança-se agora ao recorde do Benfica de Jorge Jesus

Estabelecida nova melhor marca de triunfos consecutivos da história do FC Porto, com 16, equipa de Sérgio Conceição tem o recorde nacional à distância de três vitórias.

A vitória no Jamor frente ao Belenenses SAD, domingo, significou um novo recorde de vitórias consecutivas para o FC Porto, que acabou o ano de 2018 com uma série de 16 triunfos de seguida, em todas as competições.

Estabelecida essa melhor marca da história do clube, a equipa de Sérgio Conceição tem agora novo objetivo histórico no horizonte para o arranque do anos de 2019: bater o recorde nacional, que está na posse do rival Benfica, fixado na era de Jorge Jesus como técnico encarnado, curiosamente numa época que até nem correu bem ao clube da Luz.

Foi em 2010/11, temporada dominada pelo FC Porto de André Villas-Boas (deixou escapar apenas a Taça da Liga para o Benfica), que as águias protagonizaram uma série de 18 triunfos seguidos, entre 12 de dezembro de 2010 e 2 de março de 2011, numa sequência que começou com uma vitória sobre o Sp. Braga para a Taça de Portugal e terminou com uma derrota para o mesmo Sp. Braga na 22.ª jornada do campeonato - nessa temporada, os bracarenses ainda haveriam de eliminar o Benfica nas meias-finais da Liga Europa, marcando duelo com o FC Porto na final de Dublin.

Agora, a equipa de Sérgio Conceição está a apenas dois triunfos de igualar e a três de superar essa marca. Pela frente, nas próximas partidas, o FC Porto tem uma visita ao Desportivo das Aves, a 3 de janeiro, para a 15.ª jornada da Liga, a receção ao Nacional, na jornada seguinte, e... uma visita a Alvalade, para o clássico com o Sporting, na 17.ª ronda do campeonato, dia 12 de janeiro, que pode então valer a ultrapassagem ao Benfica nesse registo histórico de triunfos consecutivos. Um desafio exigente para os dragões, que não vencem em Alvalade desde 2008.

De resto, a série atual de triunfos do FC Porto começou precisamente após a derrota com o Benfica, na Luz, na 7.ª jornada do campeonato, o segundo desaire dos campeões nacionais nesta edição da Liga, depois de já terem perdido também com o Vitória de Guimarães, em casa, na terceira ronda.

Na altura, após o desaire na Luz, Sérgio Conceição prometeu uma reação imediata da sua equipa e deixou o aviso: "Talvez esta tenha sido a nossa última derrota no campeonato." Para já, o certo é que o FC Porto não podia ter reagido da melhor maneira. Com as 16 vitórias consecutivas que leva, a equipa portista igualou o segundo melhor registo de sempre do futebol português - do Sporting dos Cinco Violinos e treinado pelo inglês Robert Kelly, em 1946/47. E tem o recorde do Benfica de Jesus sob mira.

O percurso

Durante esta série de 16 triunfos, o FC Porto marcou 45 golos ( 2,81 por jogo) e sofreu 14 (0,88/jogo). A marcha vitoriosa começou com uma vitória sobre o Vila Real, na Taça de Portugal, e prolongou-se pelas diferentes competições em que os dragões estão envolvidos, incluindo quatro partidas da fase de grupos da Liga dos Campeões, onde a equipa de Sérgio Conceição garantiu o apuramento para os oitavos-de-final no primeiro lugar.

Aqui fica a lista de jogos:

Vila Real, Taça de Portugal, fora, 6-0

Lokomotiv, Liga dos Campeões, fora, 3-1

Feirense, campeonato, casa, 2-0

Varzim, Taça da Liga, casa, 4-2

Marítimo, campeonato, fora, 2-0

Lokomotiv, Liga dos Campeões, casa, 4-1

Braga, campeonato, casa, 1-0

Belenenses, Taça de Portugal, casa, 2-0

Schalke 04, Liga dos Campeões, casa, 3-1

Boavista, campeonato, fora, 1-0

Portimonense, campeonato, casa, 4-1

Galatasaray, Liga dos Campeões, fora 3-2

Santa Clara, campeonato, fora, 2-1

Moreirense, Taça de Portugal, casa, 4-3

Rio Ave, campeonato, casa, 2-1

Belenenses, Taça da Liga, fora, 2-1

Ler mais

Exclusivos