Dois mundialistas renunciam à seleção inglesa

Vardy e Cahill marcaram presença no Mundial 2018, mas vão deixar de ser opções para o selecionador Gareth Southgate

O defesa Gary Cahill e o avançado Jamie Vardy, dois jogadores que estiveram no Mundial 2018, renunciaram à seleção inglesa.

"Estou muito orgulhoso do que alcancei ao longo das minhas 60 internacionalizações. Fui capitão pelo meu país em algumas ocasiões, o que foi uma honra. É algo de que estou muito orgulhoso na minha carreira. Vejo agora uma nova geração e penso que é a altura perfeita para dar um passo atrás", referiu o central do Chelsea, em declarações reproduzidas pela imprensa britânica. "Ao mesmo tempo, não podes fechar completamente uma porta na tua carreira. Foi uma honra jogar pelo meu país e nunca fecharia a porta. Se eu for necessário no futuro, obviamente que estarei lá", acrescentou.

O avançado do Leicester também justificou a decisão pelo processo de renovação na seleção de Gareth Southgate. "Para ser honesto, isto já estava há algum tempo na minha cabeça. Não estou a ficar mais novo e, para ser justo, querem tornar a equipa mais jovem, o que trouxe os seus proveitos no Mundial. Por isso, eu disse ao Garethque é melhor chamar agora jovens que ele considere que tenham qualidades para alimentar o futebol de seleções", frisou.

Ler mais

Exclusivos