Diretor do Fenerbahçe diz que Benfica é "bastante complicado"

Damien Comolli lembra a tradição dos encarnados no futebol europeu

Damien Comolli, diretor-desportivo do Fenerbahçe, considera que o Benfica, adversário do clube turco na pré-eliminatória da Liga dos Campeões é "bastante complicado".

"O Benfica é uma equipa com uma grande tradição. Na época passada lutaram pelo título português até ao fim. Vamos jogar frente a um adversário muito forte, mas estamos a trabalhar nisso", afirmou o dirigente do clube de Istambul, que na última época ficou em segundo lugar na liga turca.

"Por certo que o Benfica também não está satisfeito com o sorteio, será uma eliminatória bastante competitiva entre duas boas equipas", acrescentou Comolli, que frisou que será "um embate difícil, frente a uma equipa forte e com um grande estádio".

O diretor-desportivo do Fenerbahçe admitiu que "é uma vantagem jogar o segundo jogo em casa", pois está convencido que "poderá ser decisivo" para os turcos alcançarem o apuramento.

Benfica e Fenerbahçe defrontam-se a 7 ou 8 de agosto no Estádio da Luz e a 14 ou 15 de agosto no Estádio Sükrü Saraçoglu.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.