Apenas uma alteração forçada nos convocados da seleção campeã mundial

Uma troca forçada de guarda-redes é a única alteração na lista de convocados da seleção francesa, divulgada esta quinta-feira, em relação ao lote de jogadores chamados para o Mundial 2018, que os gauleses venceram.

O técnico Dider Deschamps substituiu o guardião Steve Mandanda (Marselha), lesionado, por Benoit Costil (Bordéus), na lista de convocados para os dois jogos da Liga das Nações agendados para a próxima semana.

A França, campeã mundial, defronta, em jogos do Grupo A da Liga das Nações, a Alemanha, a 6 de setembro, e a Holanda, três dias depois.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.