Depois de pedir "respeito", Mourinho diz que é "dos melhores do mundo"

Português voltou a defender o seu percurso profissional, frisando que já ganhou títulos em Espanha, Itália e Inglaterra, dizendo também que 2.º lugar do Manchester United na época passada é um dos "maiores feitos" da sua carreira. Citou ainda um filósofo alemão...

A conferência de imprensa de José Mourinho depois da derrota caseira do Manchester United frente ao Tottenham (0-3), que confirmou o pior arranque de época do português e a pior dos red devils desde 1992, ficou marcada pelo momento em que o treinador pediu "respeito" aos jornalistas, lembrando os seus três títulos da Premier League (todos ao serviço do Chelsea e divididos por duas passagens). Esta sexta-feira, Mou defendeu o seu currículo e afirmou ser um "dos melhores treinadores do mundo".

"Sou treinador de um dos maiores clubes do mundo, mas sou também um dos melhores treinadores do mundo", afirmou o special one, acrescentando, em declarações reproduzidas pela BBC, que o segundo lugar no campeonato inglês da época passada (City e Guardiola foram campeões) foi dos "maiores feitos" da sua carreira.

Questionado se continuaria a ser um treinador de topo se não ganhasse nenhuma Premier League com o Manchester United, o respondeu sem dúvidas: "claro". Citou ainda, dentro do mesmo assunto, o filósofo alemão Georg Hegel (viveu entre 1770 e 1831)l: "Alguma vez perderam tempo a ler o filósofo Hegel? Ele disse: 'A verdade está no todo. É sempre no todo que está a verdade'".

"Também perguntam estas coisas ao treinador que acabou em terceiro na Premier League? Ou ao treinador que acabou em quarto ou quinto?", questionou José Mourinho.

"Tive grande sucesso a época passada e é isso provavelmente que vocês não querem admitir. Há duas épocas tivemos uma época fantástica porque ganhámos a Liga Europa e ganhámos porque era do nosso nível. Fomos a última equipa em Inglaterra a ganhar uma competição europeia. Já ganhei oito títulos, sou o único treinador que ganhou em Itália, Espanha e Inglaterra. E não foram pequenos títulos, mas títulos decentes, e o segundo lugar da época passada foi um dos meus maiores feitos no futebol", disparou Mourinho, defendendo novamente a sua carreira e o trabalho aos comandos do Manchester United.

No próximo domingo, e com o seu lugar a ser questionado por muitos, apesar de não haver, até agora, grandes indicações oficiais de uma possível saída de Manchester, Mourinho tem, à quarta jornada da Premier League, um jogo de importância máxima no campo do Burnley.

Ler mais

Exclusivos