Daniel Ramos contou aos gregos como se para o Benfica

Treinador do Chaves nunca perdeu na condição de anfitrião com o clube da Luz, por isso foi convidado por um órgão de comunicação social a explicar ao AEK o que fazer para não perder diante da equipa de Rui Vitória

O recente empate do Chaves com o Benfica não passou despercebido na Grécia e, ato contínuo, um site helénico - gazzetta.gr - especializado em informação desportiva resolveu ajudar o AEK falando com o treinador dos flavienses, Daniel Ramos.

O técnico, que nunca perdeu em casa com o Benfica, explicou o que tem de fazer o AEK esta terça-feira, em partida da Liga dos Campeões, para conseguir sair com algo de positivo do duelo com os encarnados. "O AEK tem de assumir o jogo. Se se limitarem a esperar pelo Benfica e tentar o contra-ataque, será difícil. É complicado jogar contra um adversário como o Benfica nessa estratégia. É preciso assumir o jogo", recomendou.

Daniel Ramos considerou que "o Benfica é uma equipa com muita qualidade, tem jogadores com capacidade para, em cada momento do jogo, criar perigo. São perigosos em ataque organizado, sabem defender e saem com facilidade para o contra-ataque" e explicou que, na sua opinião, os encarnados valem "pelo todo". "É óbvio que há jogadores com capacidade para fazerem a diferença, como Jonas, Pizzi, Rafa ou Salvio, jogadores com golo, mas todos os jogadores do Benfica têm capacidade para serem perigosos", concluiu.

Exclusivos