CR7 nomeado para jogador do ano da UEFA. Messi fora do pódio

Internacional português vai concorrer com Luka Modric (Real Madrid) e Mohamed Salah (Liverpool) pelo troféu, referente a 2017/18

Cristiano Ronaldo é um dos três finalistas nomeados para o prémio de melhor jogador da UEFA 2017/18, juntamente com o antigo companheiro de equipa Luka Modric (Real Madrid) e Mohamed Salah (Liverpool).

O internacional português, que este verão trocou o Real Madrid pela Juventus, procura conquistar o galardão pela quarta vez, depois de 2013/14, 2015/16 e 2016/17, sendo que nunca falhou a presença no top3 desde que o prémio foi criado, em 2011.

Para Modric e Salah, será a primeira presença no pódio. O melhor que o croata tinha conseguido foi um 4.º lugar na época passada, na única presença entre os primeiros dez. Para o egípcio será a primeira presença no top10, naquela que garantidamente será a melhor classificação de um jogador africano, suplantando a 7.ª posição alcançada em 2011/12 pelo costa-marfinense Didier Drogba, então ao serviço do Chelsea.

Já Lionel Messi, que em 2010/11 e 2014/15 arrecadou o troféu, é a grande ausência do pódio. O argentino falha a presença entre os três primeiros pela terceira vez, depois de 2013/14 (5.º lugar a par de Philipp Lahm) e 2015/16 (5.º).

Os prémios da UEFA referentes à última temporada serão entregues a 30 de agosto, aquando do sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Entretanto, a organização revelou os restantes sete jogadores que integram o top 10 dos mais votados:

4.º - Antoine Griezmann (Atlético Madrid) - 72 pontos
5.º - Lionel Messi (Barcelona) - 55
6.º - Kylian Mbappé (PSG) - 43
7.º - Kevin De Bruyne (Manchester City) - 28
8.º - Raphaël Varane (Real Madrid) - 23
9.º - Eden Hazard (Chelsea) - 15
10.º - Sergio Ramos (Real Madrid) - 12

Ler mais

Exclusivos

Premium

nuno camarneiro

O Mourinho dos Mourinhos

"Neste país todos querem ser Camões mas ninguém quer ser zarolho", a frase é do Raul Solnado e vem a propósito do despedimento de José Mourinho. Durante os anos de glória todos queriam ser o Mourinho de qualquer coisa, numa busca rápida encontro o "Mourinho da dança", o "Mourinho da política", o "Mourinho da ciência" e até o "Mourinho do curling". Os líderes queriam ter a sua assertividade, os homens a sexyness grisalha e muitas mulheres queriam ter o Mourinho mesmo.