Desp. Aves vence em Chaves e deixa lanterna-vermelha

O emblema flaviense venceu esta segunda-feira por 2-1 em Trás-os-Montes, somando a primeira vitória fora de casa e deixando o último lugar da I Liga, por troca com o Nacional.

Os visitantes, que apanharam os transmontanos na tabela, com sete pontos, no 16.º lugar, e deixaram o Nacional com seis, em último, apostaram nas transições rápidas e marcaram por Mama Baldé, aos 19 minutos, e Amilton, aos 56.

A equipa de Chaves ainda empatou por André Luís (48 minutos), mas, apesar do domínio e mais posse de bola, não conseguiu virar o resultado, no jogo de encerramento da nona jornada.

Face à derrota no terreno do Rio Ave, na jornada anterior, o técnico do clube flaviense, Daniel Ramos, promoveu três alterações, com Jefferson e Bressan a serem titulares no meio campo e André Luís no ataque, saindo da equipa o médio Stephen Eustáquio, castigado, e os avançados Perdigão e William.

Já o técnico do emblema da Vila das Aves, José Mota, mexeu em duas peças no onze, com Ponck a entrar para o lugar de Defendi, na defensiva, e Nildo Petrolina a render o lesionado Derley, no ataque.

A dominarem o encontro praticamente desde o primeiro minuto, os transmontanos não tiraram nenhum proveito durante a primeira parte, com apenas uma ocasião flagrante de golo, por Avto, que, aos 37 minutos, obrigou André Ferreira a defesa apertada.

Mais prático e eficaz foi o Desportivo das Aves, mais concretamente o atacante guineense Mama Baldé, que só precisou de duas oportunidades para marcar, pois aos 15 minutos cabeceou à figura, mas quatro minutos depois atirou a contar, após cruzamento da esquerda do ex-flaviense Nélson Lenho.

Insatisfeito com o resultado, Daniel Ramos mexeu ainda no primeiro tempo, retirando o médio de características defensivas Jefferson e lançando o avançado Niltinho. O primeiro tempo terminou ainda com a expulsão do técnico dos avenses e do diretor José Vieira, ambos por protestos.

A eficácia para a equipa da casa aumentou consideravelmente na segunda parte, quando, logo aos 48 minutos, André Luís empatou o encontro, no seguimento de um cruzamento sem querer de Niltinho na direita, mas o momento não teve seguimento.

O Desportivo das Aves demorou pouco tempo a recuperar a vantagem, com Amilton a aproveitar um erro de Bressan para se isolar, fintar Ricardo e fazer o golo, aos 56 minutos.

Novamente em desvantagem, Daniel Ramos voltou a ir ao banco, retirando o central Nuno André Coelho e lançando o avançado William, mas, apesar de manter o domínio, faltou discernimento, e situações flagrantes de golo, para inverter o marcador.

Ler mais

Exclusivos