Seleção feminina alcança vitória histórica frente à Suécia

Um golo de Cláudia Neto já em período de tempo extra permitiu a Portugal vencer a nona melhor seleção do mundo por 2-1, em partida da Algarve Cup

A seleção nacional feminina venceu esta sexta-feira a Suécia, em Albufeira, por 2-1, em jogo da 2.ª jornada do grupo D da na Algarve Cup. Valeu um golo de Cláudia Neto já em período de tempo extra para garantir um triunfo histórico - o segundo em 12 encontros - diante de uma das melhores seleções do mundo, como comprova o nono lugar do ranking FIFA ocupado pelas nórdicas.

Apesar de estar reduzida a dez jogadoras desde os 41 minutos, por expulsão de Julia Zigiotti, as suecas até se adiantaram no marcador por Nathalie Björn, na cobrança de um livre direto, aos 68 minutos.

Contudo, Portugal (32.º do ranking FIFA) conseguiu dar a volta ao resultado, graças aos golos de Diana Silva (71') e de Cláudia Neto, jogadora algarvia que representa o Wolfsburgo, quando estavam decorridos 90+3 minutos.

A equipa das quinas reparte a liderança com a Suécia, com três pontos, e na terceira e última jornada poderá garantir a presença na final do torneio diante das helvéticas, numa partida que se realiza em Vila Real de Santo António, na segunda-feira.

O selecionador nacional Francisco Neto disse estar "muito feliz, acima de tudo, pela exibição" das suas jogadoras. "O resultado foi consequência do que conseguimos fazer em campo. Tivemos as melhores oportunidades. Quando estivemos 11 para 11, estivemos concentrados, focados e dispusemos das melhores oportunidades", adiantou, considerando "justíssima" a vitória portuguesa frente a "uma das melhores equipas do mundo".

"É mais um passo em frente, mais um feito histórico de ganhar a uma equipa do top 10 mundial. Para elas perceberem que é dentro do campo que se diminuem as referências. O caminho tem sido longo, estamos a trabalhar com elas há cinco anos e este crescimento permite-nos enfrentar estas equipas olhos nos olhos", acrescentou o técnico nacional.