Chelsea impõe primeira derrota ao Manchester City na Premier League

Equipa de Pep Guardiola perde a invencibilidade e também a liderança, após derrota por 2-0 em Londres. Liverpool fica isolado no topo

Maurizio Sarri já pode responder à pergunta que tinha deixado sem resposta na conferência de imprensa de antevisão do Chelsea-Manchester City. "Como se consegue vencer o City de Guardiola? Eu não sei. Eu perdi todas as partidas contra ele, por isso não sei como vencê-los. Você deve perguntar a outra pessoa", disse então o técnico italiano do Chelsea.

Este sábado, no entanto, a sua equipa encontrou a fórmula de bater a formação de Guardiola e impor ao Manchester City a primeira derrota nesta edição da Premier League, por 2-0. O jogo até começou com intenso domínio do campeão inglês, a fazer perspetivar mais um desfecho complicado para o técnico italiano do Chelsea, mas as coisas mudaram de figura muito perto do intervalo, quando N'Golo Kanté deu vantagem à equipa da casa praticamente na primeira oportunidade de que dispôs, aos 45 minutos.

Em vantagem no marcador, o Chelsea melhorou na segunda parte e conseguiu frustrar a tentativa de reação do Manchester City. David Luiz, aos 78 minutos, na sequência de um lance de bola parada, marcou de cabeça o segundo golo dos londrinos e carimbou a primeira derrota da equipa de Pep Guardiola no campeonato.

Além da invencibilidade, o Manchester City perdeu também a liderança, onde agora está isolado o Liverpool, que goleou o Bournemoutjh por 4-0 e se mantém como única equipa invicta desta Premier League, com 42 pontos

Para o Chelsea, que a meio da semana tinha perdido na deslocação ao terreno do Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo, por 2-1, os três pontos permitem-lhe manter-se a par do Arsenal no terceiro lugar, com 34 pontos, agora a sete pontos do Manchester City e a oito do líder Liverpool.

Jogos da 16.ª jornada

Bournemouth 0 - 4 Liverpool
Arsenal 1-0 Huddersfield Town
Burnley 1-0 Brighton & Hove Albion
Cardiff City 1-0 Southampton
Manchester United 4-1 Fulham
West Ham United 3-2 Crystal Palace
Chelsea 2- 0 Manchester City
Leicester City - Tottenham Hotspur, sábado, 19.45
Newcastle United - Wolverhampton Wanderers, domingo, 16.00
Everton - Watford, segunda-feira, 20.00

Pode consultar a classificação da liga inglesa aqui

Ler mais

Exclusivos

Premium

Henrique Burnay

Falem do futuro

O euro, o Erasmus, a paz. De cada vez que alguém quer defender a importância da Europa, aparece esta trilogia. Poder atravessar a fronteira sem trocar de moeda, ter a oportunidade de passar seis meses a estudar no estrangeiro (há muito que já não é só na União Europeia) e - para os que ainda se lembram de que houve guerras - a memória de que vivemos o mais longo período sem conflitos no continente europeu. Normalmente dizem isto e esperam que seja suficiente para que a plateia reconheça a maravilha da construção europeia e, caso não esteja já convertida, se renda ao projeto europeu. Se estes argumentos não chegam, conforme o país, invocam os fundos europeus e as autoestradas, a expansão do mercado interno ou a democracia. E pronto, já está.