Caso Neymar provoca suspensão de jornalista e de ex-internacional francês

Em causa os comentários depreciativos sobre a brasileira que acusa Neymar de violação, num programa da estação de televisão RMC Sport.

A direção da estação de televisão francesa RMC Sport decidiu suspender da antena o jornalista Daniel Riolo e o antigo futebolista Jérôme Rothen por causa de comentários depreciativos que proferiram na passada quinta-feira, no programa "After Foot" sobre a mulher que apresentou uma queixa-crime contra Neymar, alegando que foi violada pelo internacional brasileiro num hotel de Paris.

Os dois intervenientes do programa que estava no ar no RMC Sport disseram que a brasileira Najila Trindade, que acusa Neymar de violação, é de "segunda divisão". "Eu estava à espera que fosse um avião, fiquei muito desapontado", disse Riolo.

No passado domingo, Marlene Schiappa, secretária de Estado francesa para a igualdade de género, anunciou através do Twitter ir enviar este caso para o Conselho Superior do Audiovisual. "Além da evidente estupidez, foi notória a malícia e a ignorância sobre questões de violação. Eles ofenderam as mulheres", escreveu, acrescentando: "Penso em todas as mulheres que estão relutantes em denunciar, depois de terem sido violadas ou abusadas sexualmente e que, obviamente, têm medo deste tipo de comentários."

Marlene Schiappa foi depois convidada a expressar a sua posição na noite de domingo em direto na RMC Sport. Enquanto isso, Jérôme Rothen veio a público pedir desculpas pelos comentários que fez. "Quero desculpar-me pelos comentários que fiz na última quinta-feira sobre o caso Neymar. Não é aceitável aquilo que disse e lamento não ter percebido no momento."

Já o jornalista Daniel Riolo utilizou a sua conta Twitter para apresentar também as suas desculpas: "Obviamente, não queríamos chocar ninguém e, obviamente, não houve nada mais implícito. Foi muito mau. E quero esquecer esse momento doloroso."

Rothen e Riolo vão entretanto ser ouvidos pela administração da estação de televisão.

Recorde-se que Najila Trindade acusou Neymar de violação no início de junho durante um encontro em Paris, em meados de maio. O futebolista do Paris Saint-Germain veio entretanto negar as acusações, considerando ter sido vítima de uma armadilha.

Ler mais

Exclusivos