Carlos Vieira vai fazer sugestão à comissão de fiscalização

Candidato diz-se incomodado por estar suspenso mas tem uma ideia para ser apreciada pela comissão de fiscalização, tudo dependendo da vontade dos sócios

Carlos Vieira, tal como os restantes elementos do anterior Conselho Diretivo, está suspenso.

E Isso incomoda o candidato "Essa é uma questão complexa. Se a comissão de fiscalização entender que deve haver uma espécie de punição eu sugiro que a suspendam e numa próxima Assembleia Geral (AG) seja posta à consideração dos sócios, que terão o poder de a ratificar. Se a AG disser que a Comissão de Fiscalização tem toda a razão para mim os sócios são soberanos."

"Incomoda-me estar suspenso preventivamente, fico chocado. Se for suspenso ou expulso há recurso para a Assembleia Geral", considerou.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.