Carlos Sainz Jr. substitui Alonso na McLaren em 2019

O piloto espanhol Carlos Sainz Jr. vai disputar o Campeonato do Mundo de Fórmula 1 de 2019 ao volante de um McLaren, substituindo o compatriota, anunciou esta quinta-feira a escuderia inglesa no seu sítio oficial.

Sainz Jr., de 23 anos, atual piloto da Renault, "assinou um contrato válido por vários anos, em substituição de Fernando Alonso", que na quarta-feira anunciou que iria abandonar a categoria rainha do desporto automóvel no fim da temporada de 2018.

"Sou adepto da McLaren desde que tenho memória. É um nome grande desta modalidade, com um passado incrível e os pilotos que competiram pela McLaren ao longo dos anos fazem parte dos heróis da F1", disse Sainz Jr., 11.º classificado do Mundial.

O espanhol, que se estreou na F1 em 2015, assinalou que Alonso, bicampeão mundial, em 2005 e 2006, "faz parte daqueles heróis" e que por essa razão "é ainda mais especial suceder" ao compatriota como piloto da McLaren.

A escuderia inglesa não confirmou se o belga Stoffel Vandoorne, 16.º posicionado no Mundial de 2018, se vai manter como piloto na próxima época, remetendo para um "momento oportuno" a divulgação da composição da equipa.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

Crédito: teremos aprendido a lição?

Crédito para a habitação, crédito para o carro, crédito para as obras, crédito para as férias, crédito para tudo... Foi assim a vida de muitos portugueses antes da crise, a contrair crédito sobre crédito. Particulares e também os bancos (que facilitaram demais) ficaram com culpas no cartório. A pergunta que vale a pena fazer hoje é se, depois da crise e da intervenção da troika, a realidade terá mudado assim tanto? Parece que não. Hoje não é só o Estado que está sobre-endividado, mas são também os privados, quer as empresas quer os particulares.