Capitão do Arsenal recusa viajar com a equipa para os Estados Unidos

O defesa francês Laurent Koscielny recusou-se a viajar para os Estados Unidos, onde o Arsenal fará a pré-época 2019/20, revelou esta quinta-feira o clube inglês no sítio oficial na Internet.

"Estamos muito desapontados com as ações do Laurent, que vão contra as nossas instruções claras. Esperamos resolver este assunto e não vamos fazer mais comentários sobre o mesmo", indicaram os gunners.

O defesa, de 33 anos, capitão do Arsenal, está no clube londrino há nove épocas, desde 2010/11, tendo vencido três taças de Inglaterra e duas supertaças.

A imprensa tem anunciado o interesse do Bordéus, treinado pelo português Paulo Sousa, em contratar Koscielny, face à saída de Jules Koundé para o Sevilha, e que o próprio jogador teria interesse em regressar a França.

Exclusivos