Bruno de Carvalho anunciou que se recandidata à presidência do Sporting

Ex-presidente volta à luta e quer apresentar-se às eleições do dia 8 de setembro

Bruno de Carvalho anunciou este sábado, num direto na sua página de Facebook, a decisão de "avançar" para uma recandidatura à presidência do Sporting

"É fundamental manter o Sporting na mão dos sportinguistas", disse Bruno de Carvalho, que na próxima quarta-feira dará uma conferência de imprensa, às 20.00, no hotel VIP Grand Lisboa, onde dará mais detalhes sobre a candidatura.

Duas semanas depois de ter sido destituído, em assembleia-geral extraordinária, por 71% dos sócios do Sporting que votaram, o gestor entra na corrida às eleições do próximo dia 8 de setembro.

Bruno de Carvalho começou por referir que as últimas duas semanas foram de "muita reflexão" e de "milhares de mensagens de apoio e incentivo recebidas". O ex-presidente leonino lembrou o "trabalho árduo" dos últimos cinco anos, "que permitiu reerguer um clube que estava resignado, mas que neste momento se transformou de novo na maior potência desportiva nacional". "Cinco anos em que os sportinguistas conseguiram manter a maioria da SAD", acrescentou, criticando depois aquilo que diz serem os atuais "sinais de um regresso ao passado".

"As últimas duas semanas mostram o caminho a ser interrompido e a voltar a um passado que os sportinguistas não pretendem", continuou Bruno de Carvalho. "Voltar para trás não pode ser o caminho. Temos de continuar a trilhar o caminho do sucesso", alertou, justificando assim a razão da sua recandidatura.

"Decidimos de novo enfrentar a vontade dos sócios e dar-lhes a esperança de continuarmos um caminho, um rumo, de continuarmos leais ao Sporting".

Recorde-se que decorrem internamente processos disciplinares que visam suspender Bruno de Carvalho de sócio.

Bruno de Carvalho é assim o quinto nome na corrida à presidência, depois dos anúncios de Dias Ferreira, Frederico Varandas, Madeira Rodrigues e Fernando Tavares Pereira.

Até às eleições, o Sporting é liderado por uma comissão de gestão presidida por Artur Pereira Torres, que designou José Sousa Cintra para presidente da SAD.

Ler mais

Exclusivos