Brahimi sem castigo. Queixa do Benfica arquivada

A Comissão de Instrutores da Liga considerou que não há matéria de facto para um auto de flagrante delito

A queixa do Benfica sobre Brahimi, por causa de um lance em que o jogador argelino do FC Porto levou a mão ao pescoço de um jogador do Desportivo de Chaves, perto do final do encontro entre ambas as equipas na primeira jornada da I Liga, foi arquivada pela Comissão de Instrutores da Liga.

O Benfica pedia um processo sumaríssimo, mas os instrutores da Liga não viram matéria de facto para um auto de flagrante delito, segundo avançou o site Maisfutebol.

Brahimi poderá assim defrontar o Belenenses, domingo, no Estádio do Jamor, na segunda jornada da I Liga.

Ler mais

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...