Benfica B torna-se líder isolado após vitória tagencial sobre o Mafra

Os bês encarnados ficaram este domingo isolados na liderança da II Liga, ao vencer o Mafra 1-0, num encontro da terceira jornada em que fez por merecer o triunfo, tornando-se na única equipa com três triunfos.

Durante os 90 minutos, a formação secundária do Benfica foi aquela que procurou mais o golo, ainda que o único remate certeiro tenha sido só um, pelos pés no britânico Willock, aos 35 minutos.

Depois dos triunfos frente a Leixões e Arouca, ambos por 2-1, os encarnados ocupam o primeiro lugar do campeonato de forma isolada, com nove pontos.

Os jogadores treinados por Bruno Lage tiveram sempre a iniciativa na zona de construção e pautaram o ritmo do jogo como quiseram, ao contrário dos promovidos este ano ao segundo escalão, que prefiram apostar nos lances de bola parada ou numa desatenção encarnada.

Naquela que foi única situação clara para mexer o marcador, o Benfica mostrou-se tremendamente eficaz, após uma defesa incompleta a remate da Jota, o extremo inglês Willock estava no sítio para efetuar a emenda, aos 35 minutos.

No regresso dos balneários, a toada manteve-se, com o Benfica a dispor de várias chances para colocar um ponto final nas aspirações do Mafra, que, mesmo a correr atrás do prejuízo, não deixou de tentar conseguir pelo menos o empate.

Ficha de jogo

Jogo realizado no Caixa Futebol Campus, no Seixal.

Benfica B - Mafra: 1-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcador:

1-0, Willock, 35 minutos.

Equipas:

- Benfica B: Ivan Zlobin, Alex Pinto, Kalaica, Ferro, Pedro Amaral, Florentino Luís, Benny (Nuno Santos, 84), Keaton Parks (Tiago Dantas,60), Willock, Jota e Saponjic (Daniel dos Anjos, 66).

(Suplentes: Daniel Azevedo, Nuno Tavares, Nuno Santos, Daniel Anjos, Úmaro Embaló, Tiago Dantas e Pedro Álvaro).

Treinador: Bruno Lage.

- Mafra: João Godinho, Rúben Freitas, Guilherme Ramos, Juary Soares, André Dias, Rui Pereira (Pedro Ferreira, 71), Sérgio Ministro (Mauro Antunes, 84), José Tiago, Bruninho, Flávio Silva e Harramiz (Vinícius Tanque, 74).

(Suplentes: Ricardo Janota, Pedro Ferreira, Guilherme Ferreira, Mauro Antunes, Hugo Ventosa, Vinícius Tanque e Gonçalo Abreu).

Treinador: Filipe Martins.

Árbitro: João Bento (AF Santarém).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Juary Soares (28).

Assistência: cerca de 900 espetadores.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.