Banqueiros e grandes empresários na lista de Ricciardi

Alexandre Soares dos Santos e António Horta Osório são alguns dos nomes que a candidatura do ex-banqueiro à presidência do Sporting inclui na comissão de honra.

Os nomes são de peso e neles se incluem alguns que nunca antes haviam querido associar-se a questões futebolísticas. E se a comissão de honra fosse cartão-de-visita, José Maria Ricciardi estava bem lançado na candidatura à presidência: banqueiros, grandes empresários e até antigos governantes compõem a lista de 12 nomes propostos na candidatura que se tem anunciado como a de maior capacidade financeira.

A apoiá-lo, nas eleições marcadas para o dia 8 de setembro, Ricciardi conta com uma comissão de honra liderada por Diogo Lacerda Machado (amigo do primeiro-ministro, António Costa, advogado e administrador de empresas como a TAP) e composta por nomes de peso e que não é comum vermos associados a este tipo de iniciativas, incluindo o dono do grupo Jerónimo Martins, Alexandre Soares dos Santos, e banqueiros como António Horta Osório (presidente do Lloyds), Fernando Faria de Oliveira (presidente da Associação de Bancos) ou Bernardo Meirelles (Deutsche Bank).

Da mesma lista fazem ainda parte o ex-ministro Eduardo Marçal Grilo, o presidente do ACP, Carlos Barbosa, os empresários Francisco Calheiros (presidente da Confederação de Turismo de Portugal), Filipe Soares Franco (também antigo presidente do SCP), Khaled Sacoor Jamal e os economistas Nuno Fernandes (dean da Católica Lisbon School of Business and Economics) e Miguel Horta e Costa.

Ler mais

Exclusivos