Augusto Inácio deixa o Sporting

Era até agora o diretor-geral para o futebol. Manuel Fernandes vai ocupar o cargo no estágio dos leões na Suíça

Augusto Inácio deixou o Sporting menos de dois meses depois de ter sido indicado como novo diretor-geral para o futebol dos leões, confirmou o DN.

Manuel Fernandes ocupará o cargo durante o estágio do Sporting na Suíça, mas a Comissão de Gestão não afasta a possibilidade de contratar um novo diretor para o futebol.

Augusto Inácio iniciou a carreira de futebolista nas camadas jovens dos leões, representando a equipa principal durante oito temporadas (1974 a 1982). Em 1999/2000, foi treinador principal do Sporting, quebrando um jejum verde e branco de 18 anos sem campeonatos nacionais. Foi despedido a meio da época seguinte.

O agora ex-diretor-geral para o futebol do Sporting foi um dos grandes apoiantes de Bruno de Carvalho, quando este foi eleito presidente do Sporting em 2013, tendo sido vice-presidente para o futebol, cargo que deixou em julho de 2016, alegadamente devido a uma incompatibilidade com as funções de comentador na televisão.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.