Son ajuda Coreia do Sul a vencer Japão e evita serviço militar obrigatório

Os coreanos conquistaram a Taça Asiática com um triunfo por 2-1 no prolongamento. No final, o avançado do Tottenham suspirou de alivio

Carlos Nogueira
© REUTERS/Darren Whiteside

Heung-Min Son, futebolista do Tottenham, ajudou este sábado a Correia do Sul a vencer o Japão, por 2-1, na final da Taça Asiática, evitando assim o cumprimento do serviço militar obrigatório do seu país.

Com uma igualdade 0-0 registada no tempo regulamentar, os golos só apareceram no prolongamento, através do Lee Seung-Woo, aos 93 minutos, e por Hwang Hee-Chang, aos 101, ambos assistidos pelo extremo do do clube inglês. Para os nipónicos reduziu Ayase Ueda, aos 115.

Son consegue então ficar isento de cumprir a lei da Coreia do Sul, que apenas dispensaria o atleta do serviço militar caso conquistasse uma medalha de ouro olímpica ou a Taça Asiática.