Norte-coreanos competem pela 1.ª vez no campeonato mundial de tiro na Coreia do Sul

Atiradores norte-coreanos competem hoje pela primeira vez no Campeonato Mundial de Tiro na Coreia do Sul, o mais recente exemplo da diplomacia desportiva na Península Coreana.

Lina Santos
© Kim Hong-Jo/ Reuters

Participantes da Coreia do Norte estão entre os cerca de 1800 atletas que representam 90 nações para este evento da Federação Internacional de Tiro Desportivo (ISSF), na Coreia do Sul, afirmou a entidade.

Os atletas competem por vagas nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Os 22 membros da delegação norte-coreana - 12 atletas e 10 oficiais - foram calorosamente recebidos pelos adeptos sul-coreanos ao chegarem ao aeroporto de Gimhae, na sexta-feira.

A diplomacia desportiva tem ajudado a combater o 'gelo' entre as Pyongyang e Seul.

Em fevereiro, os Jogos Olímpicos de PyeongChang, na Coreia do Sul, impulsionaram uma impressionante reaproximação entre os dois países inimigos, após dois anos de crispação na península devido à aceleração dos programas balístico e nuclear da Coreia do Norte.