Médicos otimistas com recuperação de Niki Lauda

Antigo piloto de fórmula 1 realizou um transplante de pulmão

Nuno Fernandes

Niki Lauda, antigo piloto de fórmula 1, realizou um transplante de pulmão e, no seguimento de algumas notícias dando conta de que o austríaco estava em estado crítico, a equipa que o operou atualizou o seu estado clínico nesta sexta-feira. "Neste momento está tudo a desenvolver-se muito bem e estamos muito satisfeitos", revelou Walter Klepetko, um dos dois médicos que operaram o antigo piloto de 69 anos, como refere a agência APA.

O médico explicou ainda que, dada a idade de Niki Lauda, o ex-piloto vai ter de ficar mais algum tempo internado.

O austríaco foi submetido na quinta-feira a um transplante de pulmão na sequência de uma grave condição pulmonar que terá sido desencadeada por um vírus. Foi imediatamente operado e agora, de acordo com os médicos, terá de ficar em repouso no hospital.

Niki Lauda foi três vezes campeão do Mundo de fórmula 1 (1975, 1977 e 1984). A carreira do piloto ficou marcada por um grave acidente no GP da Alemanha, em 1976, quando o seu Ferrari pegou fogo. Lauda esteve quase dois meses internados e foi obrigado a fazer várias cirurgias plásticas.