Carlos Vieira quer uma academia em Lisboa e distribuir dividendos

O sexto candidato à presidência do Sporting diz que Bruno de Carvalho não cabe no seu projeto, pretende um Sporting plural, fazer regressar o basquetebol e juntar a rádio às plataformas de comunicação

Bruno Pires

Carlos Vieira é o sexto candidato à presidência do Sporting. Vice-presidente de Bruno de Carvalho para a área financeira, o gestor assume que tem "uma equipa com competência, experiência acumulada, conhecimento dos dossiês".

Para o candidato "todos os sportinguistas contam" e por isso pretende um "Sporting plural" em que exista a diferença de opinião e um debate saudável.

Para Carlos Vieira "Bruno de Carvalho não tinha lugar" no seu projeto que é, no seu entender, o "da continuidade"

Carlos Vieira manifestou vontade em em fazer regressar o basquetebol sénior masculino e em construir uma academia para as modalidades. Por falar em academia, Carlos Vieira quer uma nova para o futebol na área da grande Lisboa com "melhores acessibilidades para o estádio".

Na parte financeira, Carlos Vieira quer retomar "a negociação com parceiros financeiros que foi interrompida" e que vai permitir que o Sporting fique numa posição mais favorável "para ser dono de si próprio".

Vieira defende uma posição antiga de "distribuir dividendos" aos acionistas da SAD.