Apresentador de televisão belga acusado de assalto à mão armada

Caso remonta a março de 2017. Stéphane Pauwels pretendia vingar-se do ex-namorado da sua companheira

Patrícia Jesus
© Phil Chapman/Twitter

Um apresentador desportivo do canal de televisão belga RTL-TVI foi detido na última terça-feira por alegadamente ter encomendado um assalto à mão armada a uma residência em Lasne, no sul de Bruxelas, em março de 2017.

Segundo o Paris Match , Stéphane Pauwels queria dar uma lição ao ex-namorado da sua companheira, mas a vítima acabou por ser um amigo do proprietário.

Segundo a porta-vos da Procuradora-Geral belga Wenke Roggen, em declarações à agência France-Press, Pauwels passou a noite de terça-feira numa cela em Mons e foi libertado no dia seguinte para comparecer a julgamento. Foi libertado sob caução com indícios de cooperação direta no assalto.

Roggen também explicou que a detenção faz parte de uma investigação sobre roubos armados, arrombamentos e tráfico de droga que teve início há alguns meses e que, até ao momento, já levou cinco pessoas estão sob custódia policial.

Pauwels estava escolhido para apresentar o programa da última quarta-feira dedicado à Liga dos Campeões, transmitido pelo canal Club RTL, mas foi substituído pela sua colega Anne Ruwet.

"Também temos um pensamento para Stéphane Pauwels. Esperamos que amanhã ele esteja aqui. De qualquer forma, nós pensamos muito nele!", disse Anne Ruwet durante a emissão.

Segundo o Sud Info , a RTL recusou comentar o caso, por se tratar de um assunto da "vida privada" do apresentador.

Por outro lado, o jornal Le Soir disse que o canal belga optou por manter na programação desta quarta-feira o programa Hôtel RTL , com Stéphane Pauwels.