Alex Ferguson agradece em vídeo aos hospitais públicos em que foi tratado

Alex Ferguson, antigo manager do Manchester United que sofreu uma hemorragia cerebral, agradeceu, através de um vídeo publicado pelo clube, ao pessoal dos hospitais públicos em que foi tratado

O video, de apenas 45 segundos, mostra aquele que foi o responsável técnico do futebol dos 'red devils' por 26 temporadas a falar com normalidade, claramente recuperado da cirurgia cerebral de urgência a que foi submetido há dois meses.

"Quero agradecer ao pessoal médico dos hospitais Macclesfield, Salford Royal e Alexandra" (os três da região de Manchester, norte de Inglaterra), disse Ferguson, elogiando assim o NHS, serviço público de saúde britânico.

"Acreditem, sem essas pessoas, que me deram cuidados tão bons, não estaria aqui sentado. Da minha parte e da minha família, muito obrigado", acrescentou o treinador escocês, de 76 anos, que também não esquece o clube e garante que voltará "mais tarde na temporada" a Old Trafford.

Ferguson tem com o MU um palmarés riquíssimo, com 38 títulos, em que pontificam duas Ligas dos Campeões, 13 da 'Premier Legue', cinco Taças de Inglaterra e um Mundial de clubes.

A finalizar, desejou "o melhor para José (Mourinho, atual treinador) e aos jogadores", na época que agora começa.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.