Governo alemão favorável ao regresso da Bundesliga já este mês

O ministro alemão do Interior admite que a proposta da liga é "aceitável", pelo que não vê problemas no regresso do futebol à porta fechada e com restrições.

Horst Seehofer, ministro alemão do Interior que tem a pasta do desporto, mostrou-se favorável à retoma da Bundesliga ainda durante este mês, depois de quase dois meses de interregno, devido à pandemia de covid-19. A seguir à Liga portuguesa, a Alemanha poderá ser o próximo país a ver levantadas as restrições ao futebol.

"Considero a proposta da Liga Alemã de Futebol [DFL] aceitável e apoio o regresso da competição em maio", disse Seehofer, em entrevista publicada este domingo no jornal Bild, quando faltam apenas três dias para uma reunião das autoridades germânicas, para decidir sobre esta matéria.

A DFL propõe um regresso dos dois primeiros escalões a meio ou no final deste mês, caso as autoridades do país o autorizem, com jogos à porta fechada e a obrigatoriedade de testar jogadores e equipas técnicas a cada três dias, para assegurar que as partidas se realizam sem riscos.

"Caso exista um caso de infeção, todos nesse clube, e possivelmente o adversário contra quem jogou, terão de ficar em quarentena durante duas semanas", referiu o governante alemão, salientando que toda esta situação "requer grande disciplina na prevenção".

Estas declarações fazem antever que o futebol na Alemanha estará perto do regresso, sendo que, já esta semana, tanto os governos federais germânicos como o Ministério do Trabalho se mostraram favoráveis ao retorno da competição.

Na primeira semana de abril, alguns clubes recomeçaram os treinos no relvado, ainda que de forma condicionada e em pequenos grupos, entre os quais o campeão Bayern Munique, Eintracht Frankfurt, Wolfsburgo, RB Leipzig e Borussia Dortmund.

Após cumpridas 25 de 34 jornadas, a Bundesliga é liderada pelo Bayern Munique, que soma 55 pontos, mais quatro do que o Borussia Dortmund e cinco face ao RB Leipzig.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG