FC Porto com lucro de 9, 4 milhões de euros

Sociedade azul e branca tinha apresentado prejuízos de 28,444 milhões de euros no exercício anterior.

A FC Porto SAD fechou o exercício de 2018-19 com um resultado líquido de 9,47 milhões de euros, o que compara com prejuízos de 28,444 milhões de euros no exercício anterior.

Num comunicado à CMVM, esta quinta-feira, a Sociedade explica a melhoria das contas com a "excelente performance do FC Porto na edição 2018-2019 da UEFA Champions League [chegou aos quartos de final] e ao início da contabilização do contrato celebrado com a Altice, em dezembro de 2015, para a cedência de direitos de transmissão televisiva".

Os resultados com transações de passes de jogadores atingiram os 42.655 milhões de euros, um valor inferior aos 50.016 milhões da época anterior.

Os portistas reduziram ainda o passivo em 56.068 milhões de euros.

"O Sporting está a ter alguns apoios que não são permitidos a outros clubes"

O FC Porto espera "mais-valias expectáveis na ordem dos 65 milhões de euros" até 30 de junho de 2020, segundo o administrador financeiro da SAD dos azuis e brancos, Fernando Gomes.

O administrador portista justificou a subida dos custos de pessoal no FC Porto com três fatores: "Rescisões de contrato de Bueno e Bazoer, aos quais o FC Porto teve de pagar indemnizações; um aumento no rendimento de jogadores e equipa técnica pela conquista do título da época anterior; prémios extraordinários pagos ao plantel pela carreira na Liga dos Campeões, nomeadamente pela chegada às fases a eliminar."

Questionado sobre a reestruturação do Sporting e se esta poderia ser desleal para o FC Porto e Benfica, dado ao eprdão bancário, Fernando Gomes atirou: "Não quero estar a falar da situação do Sporting. Espero que o Sporting faça o que for possível para resolver a sua situação. A verdade é que o Sporting está a ter alguns apoios que não são permitidos a outros clubes."

Exclusivos