Famalicão. Do campeonato distrital a líder isolado da I Liga em apenas onze anos
Premium

futebol

Famalicão. Do campeonato distrital a líder isolado da I Liga em apenas onze anos

Os minhotos são a grande sensação do início da época. Construíram um projeto de raiz e até já sonham com a Europa.

O Famalicão é a equipa do momento no futebol português. 25 anos depois da última presença na I Liga, o clube minhoto chega ao final da quarta jornada na liderança isolada do campeonato, justificando a frase "o começo de um novo futuro" que está inscrita na placa de inauguração da academia que há pouco mais de um ano serve os escalões de formação dos famalicenses.

Quando a 22 de maio de 1994 o Famalicão perdeu em Alvalade com o Sporting (3-0) e viu sentenciada a descida à II Divisão, entrou num longo período de crise financeira e desportiva que o levou, em 2008, a baixar ao campeonato distrital de Braga. Um pesadelo que, segundo Paulo Cunha, presidente da Câmara de Famalicão, "só foi possível ultrapassar devido à união das forças da cidade".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Viriato Soromenho Marques

Na hora dos lobos

Na ação governativa emergem os sinais de arrogância e de expedita interpretação instrumental das leis. Como se ainda vivêssemos no tempo da maioria absoluta de um primeiro-ministro, que o PS apoiou entusiasticamente, e que hoje - acusado do maior e mais danoso escândalo político do último século - tem como único álibi perante a justiça provar que nunca foi capaz de viver sem o esbulho contumaz do pecúlio da família e dos amigos. Seria de esperar que o PS, por mera prudência estratégica, moderasse a sua ação, observando estritamente o normativo legal.