Estoril Open anuncia "o melhor teenager do mundo"

Felix Auger-Aliassime é o segundo nome confirmado para a sexta edição do torneio português, que se joga de 25 de abril a 3 de maio. Jovem canadiano junta-se a João Sousa.

Felix Auger-Aliassime é o segundo nome confirmado para a sexta edição do Millennium Estoril Open, que se joga entre 25 de abril e 3 de maio, nas instalações do Clube de Ténis do Estoril. O jovem canadiano ocupa o 21.º posto da hierarquia mundial, tendo em 2019 confirmado as expectativas geradas anteriormente enquanto júnior.

"Senti falta de jogar em Portugal em 2019 e estou muito contente por poder regressar este ano. Só tenho boas memórias dos torneios jogados em Portugal quando era mais novo e sempre senti o carinho do público português. Espero retomar o contacto com eles no Estoril e gostaria que viessem apoiar-nos, a mim e aos restantes jogadores, em grande número. Obrigado a todos e até breve!", referiu o tenista na mensagem enviada à organização.

O diretor do torneio não podia estar mais feliz com a aquisição. "Já acompanhamos a carreira de Felix Auger-Aliassime há alguns anos e tem sido o nosso objetivo desde o primeiro Millennium Estoril Open apresentar ao público português os grandes campeões do futuro", disse João Zilhão, para quem Aliassime já deixou de ser uma promessa para ser uma certeza: "Tem forte personalidade, muito carisma e um ténis maduro, mas sobretudo impressiona o facto de ter uma grande margem de progressão."

Filho de pai natural do Togo e de mãe canadiana, Felix Auger-Aliassime nasceu a 8 de agosto de 2000 em Montreal, no Canadá. Começou a jogar ténis aos cinco ano de idade na companhia do pai que era e é treinador de ténis. Conquistou o título júnior do US Open em 2016, alertando o mundo do ténis para o seu talento

É o mais jovem jogador da história da modalidade a qualificar-se para o quadro principal de um torneio Challenger, com apenas 14 anos e o primeiro tenista nascido no presente milénio a ter ranking ATP. Em 2018, começou a jogar quadros principais no ATP Tour e estreou-se no quadro principal de torneios do Grand Slam ao passar a fase de qualificação do US Open e veio ao Estoril Open - perdeu na primeira ronda do qualifying com o experiente italiano Simone Bolelli.

Em 2019, deu-se a ascensão meteórica do 108.º lugar para o top 20 (chegou a serA 17.ª do ranking ATP).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG