Em 2014, a taça de campeão do mundo. Quatro anos depois, a terceira divisão

Kevin Grosskreutz esteve no Mundial de 2014 e fez parte dos 23 alemães que conquistaram o título. Passagem pelo Borussia Dortmund com Klopp também ficou marcada por troféus

A história do jogador alemão Kevin Grosskreutz é feita de títulos, pelo menos até um certo ponto na carreira: a 13 de julho de 2014, levantou - entre muitos sorrisos e muita festa - a taça de campeão do mundo, conquistada pela Alemanha frente à Argentina, no Mundial do Brasil, apesar de não ter sido utilizado na competição. No ano antes, a 25 de maio, jogou a final da Liga dos Campeões pelo Borussia Dortmund, embora o título tenha ido para o Bayern. Ao serviço do mesmo clube, quando Jürgen Klopp orientava a equipa, venceu dois campeonatos alemães, em 2011 e 2012, uma Taça e duas Supertaças da Alemanha.

Esta quinta-feira, Grosskreutz, de 29 anos, foi anunciado como reforço do KFC Uerdingen... da terceira divisão alemã. O contrato é válido para as próximas três épocas. Na última temporada, o internacional alemão já tinha alinhado numa divisão abaixo da Bundesliga - principal liga da Alemanha. Em 2017/2018, jogou no Darmstadt, do segundo escalão do futebol germânico.

Em 2014/2015, depois da conquista do Mundial, fez, a época com menos jogos no Borussia Dortmund (23) e passou a segunda metade da época na equipa secundária do clube.

A época seguinte começa nos regionais, ainda na equipa secundária do Borussia Dortmund, surgindo depois a oportunidade de ir para os turcos do Galatasaray. Aqui vieram os primeiros problemas sérios. A equipa turca não entrega a documentação da transferência a tempo, a FIFA não aceita a mudança e o alemão fica sem jogar até janeiro de 2016. No mesmo mês, volta à Alemanha para jogar no Estugarda, de onde sai em março de 2017 após se ter envolvido numa luta num bar.

Chegou a dizer que não queria ter nada a ver com o futebol durante uns tempos, mas um mês depois assinou pelo já referido Darmstadt, para a época 2017/2018. Esta quinta-feira, antes de se celebrarem quatro anos do mundial conquistado pela Alemanha - e antes também de ser conhecido o novo campeão do mundo - é confirmado na terceira divisão alemã.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG