Edinson Cavani e Thiago Silva deixam Paris Saint-Germain no final da época

O avançado uruguaio Edinson Cavani e o defesa brasileiro Thiago Silva vão deixar o Paris Saint-Germain no final da época, confirmou o diretor desportivo do campeão francês de futebol, considerando tratar-se de "uma decisão muito difícil".

"Foi uma decisão muito difícil. Eles são jogadores que marcaram a história do clube: sempre nos questionamos se devemos continuar juntos ou se é melhor evitar mais um ano. As histórias foram muito boas, mas sim, chegámos ao final", revelou o brasileiro Leonardo, em entrevista ao jornal "Le Journal du Dimanche.

Segundo o diretor desportivo, a decisão foi "lógica", principalmente a nível económico, mas também com os olhos postos na próxima geração.

Contudo, ambos vão ser aposta para a Liga dos Campeões ainda esta temporada, depois da 'Ligue 1' ter sido dada como terminada no final de abril e o título de campeão atribuído ao Paris Saint-Germain, com 10 jornadas por disputar, devido à pandemia da covid-19.

"Podemos estar errados, eu não sei. O momento nunca é perfeito. Agora, a Liga dos Campeões ainda está no horizonte e a ideia é continuar a competição com eles até o final de agosto", acrescentou.

Edinson Cavani, de 33 anos, chegou ao clube da capital francesa em 2013, proveniente dos italianos do Nápoles, e apontou um total de 200 golos, enquanto Thiago Silva, de 35, ingressou na equipa um ano antes, vindo igualmente de Itália, mas do AC Milan.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG