Bruno fica no Sporting. Como foi o último dia do mercado inglês

Inscrições em Inglaterra já fecharam. David Luiz trocou o Chelsea pelo Arsenal, Lukaku deixou o Manchester United e assinou pelo Inter de Milão e Lo Celso acabou no Tottenham em vez de Bruno Fernandes.

O mercado inglês encerrou nesta quarta-feira às 17.00 e não se confirmou a saída de Bruno Fernandes para a Premier League. Ou seja, até ver, o capitão leonino vai permanecer em Alvalade, embora na maioria dos países europeus a janela de transferências esteja aberta até ao dia 31 de agosto e exista ainda possibilidade de sair para outras paragens. Mas em Inglaterra é certo que Bruno Fernandes (para já) não vai jogar.

O Tottenham bem tentou. Mandou emissários a Lisboa para discutir com o presidente Frederico Varandas, o empresário do jogador reuniu-se quase diariamente com os responsáveis do futebol leonino, mas a proposta do emblema londrino não chegou aos 70 milhões exigidos pelo Sporting. Os spurs apontaram então agulhas noutra direção e asseguraram nesta quarta-feira a contratação do médio argentino Lo Celso, por empréstimo do Bétis (com opção de compra) até final da época. E ainda o lateral/extremo inglês Ryan Sessegnon, que chegou do Fulham.

O último dia do mercado em Inglaterra foi algo agitado. Umas das maiores surpresas residiu na transferência do central brasileiro David Luiz (ex-Benfica), que trocou o Chelsea pelo vizinho Arsenal, numa negociação que rondou os oito milhões de euros. Os gunners, quase em cima do fecho das inscrições, garantiram também a contratação do lateral esquerdo escocês Kieran Tierney, que chegou do Celtic a troco de 27 milhões de euros.

Ficou também confirmada a saída de Lukaku do Manchester United - o avançado internacional pela Bélgica rumou a Itália e assinou pelo Inter Milão, numa transferência que custou 65 milhões mais 10 em variáveis. Durante a manhã chegou a falar-se da possibilidade de Manchester United tentar a contratação de Mario Mandzukic junto da Juventus. Mas não se concretizou.

Outro negócio que esteve em cima da mesa mas acabou por não se concretizar foi o de Paulo Dybala, avançado argentino da Juventus. O Tottenham esteve até à última a tentar fechar a contratação do colega de equipa de Cristiano Ronaldo, mas o emblema italiano recusou os valores propostos. Ou seja, o futuro de Dybala também não passa no imediato por Inglaterra.

De resto foram fechados durante esta quarta-feira alguns negócios menos mediáticos, sem envolver os chamados big five, como por exemplo a transferência de Danny Welbeck (ex-Arsenal) para o Watford e de Andy Carroll para o Newcastle.

No balanço de todas as transferências realizadas neste defeso em Inglaterra, os clubes gastaram qualquer coisa como 1,40 mil milhões de euros, de acordo com o site transfermarkt, especializado em mercado. À frente da liga espanhola (1,20 mil milhões) e da italiana (1,04 mil milhões), mas nestes dois países o mercado só encerra no final do mês de agosto. O transferência mais cara do futebol inglês neste verão foi a do central Harry Maguire, que trocou o Leicester pelo Manchester United por 87 milhões de euros.

O campeão Manchester City gastou 155 milhões no reforço da equipa - os principais nomes foram o espanhol Rodri, que chegou do At. Madrid (70M), e o português João Cancelo (65M), num negócio que envolveu a saída em sentido inverso do brasileiro Danilo. Já o campeão europeu Liverpool não fez nenhuma contratação para a atual época. O clube mais gastador neste defeso foi o Manchester United - 159 milhões -, sendo que a grande fatia (87 milhões) foi gasta no central Harry Maguire.

Top 10 das transferências mais caras em Inglaterra

COMPRAS

1. Harry Maguire (Man. United) 87M
2. Nicolas Pépé (Arsenal) 80M
3. Rodri (Man. City) 70M
4. João Cancelo (Man. City) 65M
5. Tanguy Ndombélé (Tottenham) 60M
6. Aaron Wan-Bissaka (Man. United) 55M
7. Youri Tielemans (Leicester) 45M
8. Mateo Kovacic (Chelsea) 45M
9. Joelinton (Newcastle) 44M
10. Sébastien Haller (West Ham) 40M

VENDAS

1. Eden Hazard (Real Madrid) 100M
2. Harry Maguire (Man. United) 87M
3. Lukaku (Inter Milão) 65M
4. 6. Aaron Wan-Bissaka (Man. United) 55M
5. Danilo (Juventus) 37M
6. Ayoze Pérez (Leicester) 33,4M
7. Idrissa Gueye (PSG) 30M
8. Marko Arnautovic (Shangai SIPG) 25M
9. Tyrone Mings (Aston Villa) 22,3M
10. Danny Ings (Southampton) e Trippier (At. Madrid) 22,2M

Exclusivos