Com a saída de Rui Vitória, quem é o treinador há mais tempo na I Liga?

Treinador estava no Benfica desde junho de 2015. Agora, o rei da longevidade mora a norte

Três anos e meio depois de chegar à Luz como o sucessor de Jorge Jesus, Rui Vitória deixou o Benfica devido aos maus resultados nesta que era a sua quarta temporada ao serviço dos encarnados.

O agora ex-treinador do Benfica era aquele que há mais tempo se mantinha no cargo, entre os 18 treinadores no ativo na I Liga, tendo deixado a Luz após 114 jogos no campeonato, com um saldo de 76,3% de vitórias e 81% de pontos obtidos, em relação aos totais em disputa.

Com a saída de Rui Vitória, o trono da longevidade entre os técnicos da I Liga tem um novo rei: Nuno Manta Santos. Aos 40 anos, o treinador do Feirense, equipa que está nesta altura em 16.º lugar do campeonato, abaixo da linha de água, é aquele que há mais tempo se mantém na mesma equipa, depois de ter pegado no conjunto de Santa Maria da Feira em dezembro de 2016, sucedendo a José Mota.

Manta Santos, que se estreou assim como técnico principal depois de uma carreira nas camadas jovens do clube da Feira, apanhou a equipa em zona de despromoção e conseguiu garantir a manutenção nessa época de 2016/17, terminando mesmo na primeira metade da tabela (8.º). Na época passada, salvou o Feirense da descida, por um ponto, tarefa que volta a enfrentar esta temporada. Até agora, em 69 jogos como treinador principal na I Liga, Nuno Manta Santos tem uma percentagem de 31,9% de vitórias e de pontos com o conjunto de Santa Maria da Feira.

No pódio da longevidade dos treinadores atualmente em exercício na I Liga, estão ainda Pepa, no Tondela desde janeiro de 2017, e Abel Ferreira, que assumiu o comando técnico do Sporting de Braga em abril de 2017. Sérgio Conceição, que chegou ao FC Porto em junho de 2017, está no quinto lugar deste ranking, que pode consultar abaixo.

Refira-se que dois terços dos treinadores (12, em 18) têm menos de um ano no ativo nos respetivos clubes.

Ranking de longevidade dos treinadores da I Liga

Nuno Manta Santos (Feirense) - desde dezembro 2016
Na Liga: 22V 13E 34D
% vitórias: 31,9%
% pontos: 31,9%

Pepa (Tondela) - janeiro 2017
Na Liga: 20V 15E 32D
% vitórias: 29,9%
% pontos: 37,3%

Abel Ferreira (Sp. Braga) - abril 2017
Na Liga: 36V 6E 12D
% vitórias: 66,7%
% pontos: 70,4%

Costinha (Nacional) - maio 2017
Na Liga* 24V 18E 11D
% vitórias: 45,3%
% pontos: 56,6%
* inclui uma época na II Liga

Sérgio Conceição (FC Porto) - junho 2017
Na Liga: 41V 4E 4D
% vitórias: 83,7%
% pontos: 86,4%

Jorge Simão (Boavista) - setembro 2017
Na Liga: 16V 10E 18D
% vitórias: 36,4%
% pontos: 43,9%

Jorge Silas (Belenenses SAD) - janeiro 2018
Na Liga: 9V 13E 9D
% vitórias: 29%
% pontos: 43%

José Mota (Desp. Aves) - janeiro 2018
Na Liga: 9V 4E 17D
30 jogos
%vitórias: 30%
% pontos: 34,4%

Luís Castro (V. Guimarães) - maio 2018
Na Liga: 7V 4E 4D
% vitórias: 46,7%
% pontos: 55,6%

Ivo Vieira (Moreirense) - maio 2018
Na Liga: 8V 1E 6D
% vitórias: 53,3%
% pontos: 55,6%

Lito Vidigal (Vit. Setúbal) - maio 2018
Na Liga: 5V 2E 8D
% vitórias: 33,3%
% pontos: 37,8%

João Henriques (Santa Clara) - maio 2018
Na Liga: 6V 2E 7D
% vitórias: 40%
% pontos: 44,4%

António Folha (Portimonense) - agosto 2018
Na Liga: 7V 2E 6D
% vitórias: 46,7%
% pontos: 51,1%

Marcel Keizer (Sporting) - novembro 2018
Na Liga: 4V 0E 1D
% vitórias: 80%
% pontos: 80%

Petit (Marítimo) - 1 dezembro 2018
Na Liga: 1E 4D
% vitórias: 0%
% pontos: 7%

Tiago Fernandes (Chaves) - 12 dezembro 2018
Na Liga: 1E 2D
% vitórias: 0%
% pontos: 11,1%

Daniel Ramos (Rio Ave) - janeiro 2019
Na Liga: -
% vitórias: 0%
% pontos: 0%

Bruno Lage ( Benfica) - janeiro 2019
Na Liga: -
% vitórias: 0%
% pontos: 0%

Exclusivos