Carlos Queiroz diz adeus à seleção do Irão e segue para a Colômbia

Treinador português confirmou esta segunda-feira que está de saída do comando técnico da seleção, depois da derrota com o Japão nas meias-finais da Taça da Ásia. Menos de uma hora depois a Federação colombiano anunciou que chegou a acordo com o português para orientar a equipa nacional colombiana.

Menos de uma hora depois de Carlos Queiroz anunciar o adeus à seleção do Irão, o presidente da federação colombiana de futebol anunciou que chegou a uma acordo com o técnico português para orientar a seleção do país. "Temos o acordo feito, mas pediu para que pudesse terminar a Taça Asiática com o Irão. Depois, vem assinar contrato connosco. Tem muita experiência, já esteve em todo o Mundo, incluíndo Real Madrid e Manchester United. Tem muito conhecimento dos futebolistas colombianos", disse Ramón Jesurún, à rádio colombiana LaFM.

Queiroz sucede assim a José Pekerman, que liderava a seleção desde 2012. O português esteve oito anos à frente da seleção iranana, tendo conseguido a primeira presença de sempre do Irão numa fase final de um Mundial em 2014, feito que repetiu em 2018, na Rússia.

Carlos Queiroz anunciou esta segunda-feira adeus à seleção iraniana, logo a seguir à derrota por 0-3 com o Japão, nas meias-finais da Taça da Ásia."Este é o final da minha etapa à frente do Irão. Estou muito feliz porque, como treinador, fiz as coisas à minha maneira", afirmou o treinador português, que está a ser apontado à seleção da Colômbia.

"Um erro inocente dos meus jogadores deu origem ao golo e foram abaixo em termos emocionais. É verdade que hoje ganhou a melhor equipa. Obrigado aos meus jogadores por todo o esforço durante estes anos. Vão estar no meu coração para o resto da minha vida", acrescentou, acerca do jogo com os nipónicos.

Dois golos do avançado Yuya Osako, aos 57 e 67 (de grande penalidade) minutos, e um de Genki Haraguchi aos 90+2' deram a vitória ao Japão, que na sexta-feira vai defrontar Qatar ou a seleção anfitriã na final da prova.

Exclusivos