Cardiff obrigado a pagar 6 milhões de euros pela transferência de Sala

A FIFA determinou o pagamento da primeira prestação da transferência ao Nantes, apesar de o jogador ter perdido a vida num acidente de avião quando viajava para o País de Gales para representar o seu novo clube.

A FIFA decidiu esta segunda-feira que o Cardiff City vai ter mesmo de pagar ao Nantes seis milhões de euros pela transferência de Emiliano Sala, antigo avançado argentino que morreu num desastre de avião quando fazia a viagem para o País de Gales para integrar aquele que iria ser o seu novo clube.

Essa verba é correspondente ao valor da primeira prestação acordada entre os clubes, num valor total de 15 milhões de euros. "O Comité do Estatuto do Jogador da FIFA decidiu que o Cardiff City FC tem de pagar ao FC Nantes o valor de 6 milhões de euros, correspondente à primeira prestação acordada entre as partes no contrato de transferência", pode ler-se no comunicado da FIFA, organismo que começou a investigar a transferência de Sala após uma queixa apresentada em fevereiro pelo clube francês.

O Cardiff alegava que o valor da transferência acordado com o Nantes não era juridicamente vinculativo, uma vez que as condições exigidas pelo clube francês não tinham sido cumpridas, razão pela qual o presidente do clube galês, Mehmet Dalman, defendia que não teria de pagar a primeira prestação por ter identificado anomalias no acordo.

Recorde-se que o avião privado onde seguia Emiliano Sala se despenhou no Canal da Mancha, um acidente em que além do futebolista morreu também o piloto David Ibbotson.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG