Bernardo Silva: "O Benfica está lançado para conquistar o título"

Jogador do Manchester City esteve esta terça-feira no Estoril Open a apoiar João Sousa.

Bernardo Silva aproveitou a folgas no Manchester City para vir a Portugal e, já esta terça-feira, foi ao Estoril Open para apoiar João Sousa. "Aproveitei os dias de folga para visitar os meus amigos e família. [Presença no Estoril Open] O ténis foi um desporto que sempre pratiquei... até cheguei a ser federado quando tinha sete anos. Gosto imenso. Vim também acompanhar o João Sousa."

Mas será que se perdeu um mau tenista e se se ganhou um bom futebolista? "Acho que sim (risos). Estou muito contente por estar aqui", respondeu o internacional português, que acedeu depois a falar de futebol.

Primeiro a eliminação dramática do Manchester City, diante do Tottenham, na Champions: "Foi uma grande desilusão. Saímos dos quartos de final da Liga dos Campeões contra uma equipa que conhecíamos muito bem. Na minha opinião, como equipa, somos superiores. Depois do primeiro resultado as coisas ficaram complicadas. E, na segunda mão, tivemos alguns momentos dentro e fora da eliminatória, com a questão do VAR. Há que terminar a época da melhor maneira e conquistar os títulos que faltam. Na próxima época tentaremos outra vez vencer a Champions."

Agora há que apontar baterias para o campeonato, onde a luta está renhida com o Liverpool."Só dependemos de nós... faltam dois jogos. Vamos dar o nosso melhor. Sabemos o que está em jogo, a pressão é grande, mas estamos habituados a esse tipo de coisas", confessou o médio do citizens.

Em Portugal a luta pelo título é entre o seu ex-clube, o Benfica, e o FC Porto: "Acho que o Benfica está lançado. Depois de uma vitória difícil em Braga, e com a escorregadela do FC Porto em casa do Rio Ave, o Benfica está lançado para conquistar o título. Mas o Benfica ainda vai a Vila do Conde... não vai ser fácil"

Bernardo Silva tem sido apontado ao Barcelona, mas isso não lhe tira o sono."Não penso nisso. Acabei de renovar contrato com o Manchester City. Depois desta temporada tenho mais três anos de contrato. Estou muito feliz em Manchester", revelou o jogador português.

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.