Benfica confirma conversa de Vieira para negociar Rui Vitória mas diz que ela está incompleta

Numa gravação áudio publicada na internet, alegadamente em novembro de 2017, o presidente do Benfica admite ao empresário César Boaventura negociar uma eventual saída do treinador. Clube confirma que Vieira estava recetivo a ouvir.

A gravação de uma conversa telefónica entre Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, e o empresário César Boaventura foi publicada esta segunda-feira na internet e é relativa a uma alegada negociação para transferência do treinador Rui Vitória. O Benfica confirmou ao DN que a conversa existiu, mas o registo não está completo. E que Vieira apenas "ouviu".

Na conversa, o empresário revela que um determinado clube gostou do currículo de Rui Vitória e que iria conversar com os dirigentes sobre o salário do técnico. Vieira pediu sigilo absoluto e esclareceu que a cláusula de rescisão era de 15 milhões de euros, embora estivesse disponível para negociar.

Ao longo desse diálogo que dura cerca de dois minutos e meio, César Boaventura disse a Vieira que tinha informado Mohamed Afzal, o representante de Rui Vitória, que o presidente do Benfica não sabia de nada sobre a proposta que tinha em mãos. Na conversa, pode ser subentendido que o clube em causa era o Everton, uma vez que Boaventura esclareceu que o clube de Liverpool tinha oferecido ao Watford nove milhões de euros para que libertasse Marco Silva, o que faz pressupor que a conversa aconteceu em novembro de 2017, altura em que o Everton tentou pela primeira vez contratar o técnico português.

Ao DN, fonte oficial do Benfica explicou ter-se tratado de uma suposta proposta que os encarnados receberam para transferir Rui Vitória. O presidente Luís Filipe Vieira "mostrou-se disponível para ouvir a proposta, conforme é sua obrigação".

"Ou é uma gravação ilegal e é grave ou foi retirada das escutas de um processo e é extremamente grave"

Empresário reagiu

Entretanto, César Boaventura utilizou as redes sociais para dizer ser "uma vergonha monitorizar as chamadas do presidente do clube adversário", acrescentando que ficou "extremamente triste por ter uma proposta para comprar o treinador do Benfica e o presidente não ceder ao valor que eles pretendiam". E garantiu que "o empresário [Mohamed Afzal] e o treinador [Rui Vitória] sabiam do interesse do clube".

A mesma fonte considera estranho que esta conversa tenha sido tornada pública, lembrando que ela "terá surgido no blog Mercado de Benfica". Nesse sentido, deixou uma certeza: "Ou é uma gravação ilegal e é grave ou se é uma gravação que foi retirada das escutas de um processo tratou-se uma violação do segredo de justiça e é extremamente grave."

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG