Benfica confirma acordo com a Google e estuda ações judiciais

Fonte dos encarnados fala em acordo com a Google e outras empresas por causa da divulgação dos emails e adianta que o clube vai agir judicialmente contra alguns blogues

O Benfica chegou a acordo com a Google e com outras plataformas de Internet relativamente à queixa apresentada na sequência da divulgação dos emails privados do clube em páginas alojadas por estas empresas. Em troca, o clube da Luz terá recebido alguns dados dos autores dos blogues que divulgaram a a correspondência privada e prepara-se agora para avançar com ações na justiça.

Fonte do Benfica confirmou ao DN a existência do acordo "com diversas empresas e entre elas a Google". "Oportunamente daremos conta do conjunto de iniciativas judiciais que serão desenvolvidas tendo em conta os crimes cometidos", acrescentou a mesma fonte. Os blogues em causa são "O Artista do Dia", "Mister do Café" e o "Estado da Nação".

Esta semana, recorde-se, o Jornal de Notícias tinha adiantado que a justiça norte-americana não tinha dado provimento ao processo civil posto pelo Benfica aempresas como a Google, decretando o arquivamento das queixas. Terá sido na sequência desta recusa que os encarnados chegaram a acordo com a gigante da Internet.

A semana passada, o jornal New York Times tinha publicada uma notícia sobre o caso dos emails que envolve o Benfica. No artigo do NYT era revelado que os encarnados pediram à Google dados pessoais de vários detentores de blogues que divulgaram mensagens de correio eletrónico confidenciais.

De acordo com o NYT, em setembro, o criador do blogue "O Artista do Dia", terá recebido um email dos advogados da Google a informar que os responsáveis benfiquistas pediram à empresa norte-americana que facultasse os dados pessoais do autor deste blogue.

Ainda de acordo com o NYT, que faz um historial de toda esta história dos emails, o Benfica tem debaixo de mira cerca de 100 pessoas e pediu à Google informações para tentar descobrir a identidade dos bloggers que têm publicado os alegados emails contendo informação confidencial do clube.

Exclusivos