Benfica apresenta protesto à FPF pela arbitragem do jogo com o Sp. Braga

O Benfica vai apresentar uma exposição e um protesto formal junto da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e do Conselho de Arbitragem federativo pelo "lamentável desempenho" da árbitra do Benfica-Sp. Braga, da Taça de Portugal feminina.

"Sendo o Benfica uma instituição responsável, onde a autoexigência é atitude normal e desejável, não se pretende com esta iniciativa 'apagar' eventuais erros próprios, mas sobretudo, exigir nas instâncias próprias que haja uma análise e avaliação frias do desempenho da equipa de arbitragem, que infelizmente e notoriamente cometeu diversos erros com influência direta no resultado final", indica o clube lisboeta no site oficial.

O Sporting de Braga venceu o Benfica por 2-1, em jogo da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, que foi arbitrado por Sophia Rosa.

Os encarnados fazem notar que "o investimento e a aposta feita pelos clubes nesta vertente da modalidade que mais paixões e atenções atrai em Portugal, exige que sejam garantidas, desde já, condições de qualidade, critério e isenção das arbitragens nas competições femininas".

O Benfica agradeceu, ainda, o apoio dos adeptos que se deslocaram no domingo ao estádio da Tapadinha e manifestou total confiança no grupo de trabalho que merece a aposta do clube para o arranque do futebol feminino, mostrando a convicção de que a equipa "voltará a estar muito bem acompanhada no dia 20 de abril, no jogo da segunda mão, em Braga, no Estádio 1º de Maio.

Exclusivos