Árabes dizem que Rui Vitória será anunciado como treinador do Al Nassr nos próximos dias

Kooora.com escreve que o clube saudita está perto de concluir a contratação do atual treinador do Benfica, para suceder ao compatriota Hélder Cristóvão, que assumiu o cargo interinamente

O Kooora.com, considerado um dos principais portais desportivos do Médio Oriente, escreve esta sexta-feira que se espera que os sauditas do Al Nassr anunciem oficialmente Rui Vitória como novo treinador durante os próximos dias, depois de acertar todos os detalhes.

Na véspera, o Al-Jazirah tinha escrito o mesmo, prevendo a oficialização do acordo no espaço de "dois dias", ou seja, até este sábado.

A confirmar-se, o atual técnico do Benfica vai suceder ao compatriota Hélder Cristóvão, que assumiu o cargo interinamente depois da saída do uruguaio Daniel Carreño, acumulando as funções com as de diretor-geral do clube, que já vinha a desempenhar desde o verão.

Entretanto, fonte oficial do Benfica disse ao JN que as notícias sobre a alegada saída Rui Vitória "são completamente falsas".

O Al Nassr é o segundo classificado do campeonato da Arábia Saudita, com 33 pontos, menos dois do que o Al Hilal de Jorge Jesus, que tem mais um jogo.

Há cerca de um mês, a 29 de novembro, o DN noticiou que Rui Vitória tinha recebido uma proposta milionária de um clube do Médio Oriente, para começar a trabalhar já em janeiro e que esteve tentado a aceitar, até pelo momento conturbado que vivia no Benfica. O passo seguinte do técnico foi comunicar à SAD a existência desta proposta. Num primeiro momento, Luís Filipe Vieira terá, no entanto, transmitido ao treinador que o contrato que este tem até 2020 era para cumprir até ao fim e que se algum clube o quiser contratar no imediato terá de pagar a cláusula de rescisão - 15 milhões de euros.

Dias depois, na conferência de imprensa que deu a confirmar a permanência do treinador, Luís Filipe Vieira confirmou a notícia do DN de que o técnico recebeu mesmo uma proposta tentadora, embora não tenha mencionado a origem. "Quando comecei a falar com Vitória, ele disse que nunca seria problema para o Benfica. Não quer indemnização. Posso provar isso. Depois de lhe ter dito que ia continuar no Benfica, ele rejeitou uma proposta em que ia ganhar por ano 6 milhões de euros ou dólares", realçou Vieira a 29 de novembro.

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.