Acender da tocha Olímpica para Tóquio2020 à porta fechada

O Comité Olímpico da Grécia decidiu encerrar ao público a cerimónia onde se acende a tocha olímpica, devido ao surto de coronavírus.

O ato de acender a tocha Olímpica, marcado para quinta-feira (dia 12), nas ruínas do antigo Olimpo em Atenas, vai decorrer à porta fechada devido ao surto de coronavírus.

Em comunicado, o Comité Olímpico da Grécia informou que decidiu encerrar a cerimónia que marca o caminho da tocha Olímpica rumo a Tóquio ao público e limitar a entrada de jornalistas. Os media do Japão, país que acolhe os Jogos Olímpicos, em julho e agosto, puderam apenas acreditar 40 jornalistas, em vez dos 170 previstos.

Depois de acesa, a tocha deve chegar ao Japão no dia 26 e começar um percurso de 121 dias pelo país, passando pelas 47 províncias do arquipélago e ser transportada por mais de 10 mil pessoas. A organização admite alterar o percurso consoante a evolução geográfica do coronavírus. Para já será acesa na quinta-feira, à porta fechada, apenas uma das muitas medidas tomadas em linha com a decisão do governo grego de celebrar à porta fechada todos os eventos desportivos nas próximas duas semanas.

A epidemia do coronavírus foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 3800 mortos. Cerca de 110 mil pessoas foram infetadas em mais de uma centena de países, e mais de 62 mil recuperaram.

Portugal regista 31 casos confirmados de infeção, segundo o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado no domingo (dia 8).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG