"A Rússia pode realizar os seus próprios Jogos Olímpicos"

A ideia é da presidente do parlamento russo, Valentina Matviyenko. Rússia foi banida por quatro anos, por doping reiterado dos seus atletas.

E se a Rússia organizar os seus próprios Jogos Olímpicos à margem da Agência Mundial Antidopagem (AMA)? A ideia é da presidente do Parlamento russo, Valentina Matviyenko, que assim propões contornar a punição da AMA."Acho que a Rússia pode realizar os seus próprios Jogos Olímpicos, para os quais convidaria os melhores atletas, os atletas de classe mundial. A Rússia tem uma enorme experiência na organização de grandes competições internacionais", afirmou Matviyenko, esta quarta-feira, em declarações à comunicação social russa.

Na segunda-feira, a Rússia foi excluída de mundiais e Jogos Olímpicos por quatro anos, na sequência de um esquema de doping tornado público. "A AMA é uma das muitas organizações desportivas mundiais que estão a passar por uma crise. Os nossos atletas podem continuar a preparar-se para todas as competições. Não devem parar e todos devemos estar unidos. A AMA não é a inquisição", frisou Matviyenko.

Em cima da mesa está a possibilidade de os atletas competirem como neutros (sem bandeira) desde que não estejam envolvidos no esquema de doping e provem estar "limpos". "Eles devem tomar uma decisão, já que é seu trabalho e o seu esforço. E, é claro, que qualquer atleta sonha em ser um medalhado olímpico", disse a presidente do Parlamento russo, defendendo que, se "o desporto deve estar limpo de doping, também deve estar limpo da política".

Quanto a um possível recurso para o Tribunal de Arbitral do Desporto (TAS), lembrou que Moscovo não pode aceitar a decisão da AMA e que "em breve" apelará para provar a sua inocência no tribunal.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG