698 jogos depois, Robben despede-se do futebol

É oficial. O extremo holandês anunciou o final da carreira aos 35 anos. O "jogador de cristal" ganhou 28 títulos como profissional.

Arjen Robben anunciou esta quinta-feira o final da sua carreira de futebolista aos 35 anos. O extremo holandês, que ficou conhecido como "jogador de cristal" devido às muitas lesões que sofreu, retira-se após 698 jogos como profissional, com 242 golos marcados e 28 títulos no currículo.

Esta era um desfecho previsível depois de no final da última época ter terminado contrato com o Bayern Munique, clube que representou durante as últimas dez temporadas. Robben iniciou a carreira no FC Groningen, clube onde fez boa parte da sua formação, tendo aos 18 anos se transferido para o PSV Eindhoven.

Em 2004/05 foi escolhido por José Mourinho para fazer parte do plantel do Chelsea, numa transferência de 18 milhões de euros. No clube londrino esteve três temporadas, tendo depois ido para o Real Madrid por 35 milhões de euros.

Após duas épocas ao serviço dos merengues, rumou então ao Bayern Munique, clube que pagou 25 milhões de euros pelo seu passe.

Ao serviço da seleção holandesa fez 37 jogos e marcou nove golos, mas não conquistou qualquer título, apesar de ter disputado uma final a final do Mundial 2010, na África do Sul, que acabou por perder para a Espanha.

Os 28 títulos da carreira foram conquistados ao serviços dos clubes que representou: uma Liga dos Campeões pelo Bayern, uma Supertaça europeia, oito Bundesligas, cinco Taças da Alemanha, três Supertaças alemãs, uma liga espanhola, uma Supertaça espanhola, uma liga holandesa, uma supertaça da Holanda, duas Premier League, uma Taça de Inglaterra, duas Taças da Liga inglesas e uma Supertaça de Inglaterra.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG