17 de junho é a data limite para o regresso da Liga espanhola

Javier Tebas e os clubes tomaram uma decisão e se não for possível cumprir esta data o campeonato será cancelado.

Javier Tebas, presidente da Liga espanhola, esteve reunido por videoconferência com os clubes do primeiro e segundo escalão, esta segunda-feira, e ficou decidido que só haverá campeonato se a competição for retomada até ao fim de semana de 17 de julho. Essa é a data limite.

Todos os clubes têm deixado bem expresso, nas diversas reuniões que se têm realizado, que o objetivo é terminar a temporada, mas desta vez fixaram um limite, após o qual, se não houver condições para retomar as competições, a I e II ligas espanholas serão canceladas.

São os efeitos da pandemia do coronavírus, que tem fustigado Espanha com mais de sete mil mortes, razão pela qual voltar a haver futebol no final de abril ou principio de maio, como era a ideia inicial, está praticamente descartado.

"Se até junho o país não voltar a funcionar, o que menos importará será o futebol e a ruína será quase total", explicou um dos presidentes de clube citado pelo jornal Marca, parecendo inevitável que, nesse cenário, a crise financeira vai afetar grande parte dos clubes. É precisamente por isso que os clubes admitem jogar as onze jornadas que faltam em quatro ou cinco semanas, o que obrigaria a que se realizassem três jornadas em cada semana.

Refira-se que o futebol espanhol foi suspenso no dia 8 de março por causa da pandemia de covid-19. Neste momento, quando estão realizadas 27 jornadas, o Barcelona é líder com mais dois pontos que o Real Madrid.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG