Sousa abre com Lorenzi e final Federer-Nadal é impossível

O português João Sousa vai defrontar o italiano Paolo Lorenzi na primeira ronda do US Open, ditou hoje o sorteio do quarto e último torneio do Grand Slam do ano, que arranca na segunda-feira em Nova Iorque.

O número um português, 50.º do 'ranking' mundial, nunca perdeu frente ao italiano, 40.º da hierarquia, contra o qual contabiliza três vitórias, a última das quais já este ano, nos oitavos de final de Kitzbuhel, onde atingiu a final.

Em caso de triunfo, o vimaranense, de 28 anos, terá pela frente na segunda ronda o luxemburguês Gilles Muller ou o australiano Bernard Tomic. Na sua quarta presença no 'major' norte-americano, em que atingiu a terceira ronda duas vezes (2013 e 2016), João Sousa é o único representante português.

O sorteio de colocou o espanhol Rafael Nadal, número um mundial desde segunda-feira, e o suíço Roger Federer, terceiro, na metade superior do quadro, o que invalida uma hipotética final entre ambos e os coloca em rota de colisão nas meias-finais em Flushing Meadows, onde nunca se defrontaram.

Federer, este ano vencedor do Open da Austrália e de Wimbledon, procura aos 36 anos o 20.º título do Grand Slam da sua carreira e o sexto no US Open, enquanto Nadal, que em 2017 atingiu a décima vitória em Roland Garros, tenta o terceiro triunfo em Nova Iorque. Nos confrontos entre ambos, Nadal leva vantagem (23-14), mas perdeu os últimos quatro, incluindo a final de Melbourne.

Nadal inicia o US Open frente ao sérvio Dusan Lajovic (84.º ATP) e pode cruzar-se nos quartos de final com o búlgaro Grigor Dimitrov (9.º), vencedor do Masters 1000 de Cincinnati. Federer começa perante o norte-americano Frances Tiafoe (71.º) e tem um hipotético confronto com o australiano Nick Kyrgios (18.º) nos oitavos de final.

Na parte inferior do quadro, há um potencial encontro nas meias-finais entre o britânico Andy Murray, número dois mundial, e o emergente alemão Alexandre Zverev, de 20 anos, que ocupa o sexto lugar do 'ranking' e é quarto cabeça de série a Nova Iorque, na ausência do suíço Stan Wawrinka, detentor do título, que está lesionado, e do sérvio Novak Djokovic.

No quadro feminino, em que oito jogadoras aspiram ao primeiro lugar do 'ranking', ocupado por Karolina Pliskova, a checa começa frente à polaca Magda Linette e depois tem uma sucessão potencial de encontros com Kristina Mladenovic, Svetlana Kuznetsova e, nas meias-finais, a ucraniana Elina Svitolina, quarta cabeça de série, ou a alemã Angelique Kerber, detentora do título.

No lado oposto do quadro, a romena Simona Halep, segunda da tabela WTA, inicia o torneio com um choque difícil, frente à russa Maria Sharapova, numa caminhada que a poderá conduzir a um confronto teórico com a espanhola Garbiñe Muguruza, número três mundial, nas meias-finais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG