"Temos de mudar mentalidades", apela presidente da APAF

Luciano Gonçalves considera que a situação em torno dos árbitros está a "chegar ao limite", acrescentando que está a decorrer um plano SOS

O presidente da Associação Portuguesa dos Árbitros de Futebol profissionais (APAF) disse esta terça-feira, em entrevista à Rádio Renascença, que o clima em torno dos árbitros está a chegar ao limite, adiantando que está a decorrer um plano para melhorar a segurança dos mesmos.

"Está em andamento um plano SOS aos árbitros para que possam estar minimamente seguros. Ainda está a ser ajustado pelo Conselho de Arbitragem e pela Federação".

"Temos de mudar mentalidades. A arbitragem quer o funcionamento do futebol da melhor forma, mas é óbvio que as coisas começam a chegar ao limite. Iremos falar com as entidades e decidir o que achamos melhor para o futebol português e para a arbitragem", continuou o presidente, confrontado com a notícia sobre o aumento de agressões aos árbitros na presente época nos escalões não-profissionais.

"O ambiente crispado na Liga não favorece em nada. Os exemplos vêm de cima", concluiu Luciano Gonçalves.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG