Sul-africano Tokyo Sexwale retira-se da corrida à presidência

Conforme esperado, o dirigente sul-africano retirou-se da corrida à presidência da FIFA e diz que fica "à disposição do futuro presidente"

O sul-africano Tokyo Sexwale retirou hoje a candidatura à presidência da FIFA, poucos minutos antes do início da votação para lugar de cúpula do futebol mundial.

"A minha campanha acabou agora. Coloco-me à disposição do futuro presidente", disse o empresário sul-africano, de 62 anos, no fim do seu discurso, em Zurique, sede da FIFA, onde está a decorrer a votação para eleger o presidente do organismo regulador do futebol mundial.

Com a desistência de Sexwale, restam quatro candidatos à sucessão do suíço Joseph Blatter: o ítalo-suíço Gianni Infantino, o xeque do Bahrein, Salman bin Ebrahim al-Khalifa, o príncipe jordano Ali bin al Hussein e o francês Jérôme Champagne.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG